Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil reabre após obra de modernização

Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil reabre após obra de modernização

Reforma foi realizada em comemoração aos 40 anos da instituição e destaca a importância de empresas de origem japonesa na economia do país

O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, localizado em São Paulo (SP), reabre após quase três meses de obras para modernização estrutural e de seu acervo. A reforma contou com o apoio financeiro de empresas de origem japonesa e foi realizada para celebrar os 40 anos da instituição e os 110 anos da imigração japonesa.

A restauração das instalações e dos equipamentos visa repaginar o ambiente e proporcionar uma melhor experiência durante a visitação. Além disso, alguns dos principais objetivos são incluir conteúdos multimídia para tornar a exposição moderna e acessível para todos os públicos e enfatizar a enorme e fundamental contribuição das empresas japonesas ao país.

O Museu exibe duas maquetes do navio Kasato Maru, que trouxe os primeiros japoneses ao Brasil em 1908. Os visitantes poderão ver também documentos, objetos e jornais da época em um túnel que reúne momentos vividos pelos imigrantes durante os períodos da Primeira e da Segunda Guerras Mundiais. Além disso, esse ambiente foi todo equipado com telas touchscreen, que proporcionam uma experiência de interação e imersão na história da imigração japonesa.

“São 110 anos da imigração e 123 anos desde o Tratado de Amizade, Comércio e Navegação entre Brasil e Japão, que iniciou uma relação essencial para o desenvolvimento dos dois países. Além da contribuição cultural, a reforma visa mostrar a importância da vinda das empresas japonesas ao Brasil e sua importância no desenvolvimento do país”, explica Lídia Yamashita, Vice-Presidente da Comissão de Administração do Museu.

A imigração japonesa trouxe importante e inestimável contribuição ao país: desde a introdução de técnicas mais eficientes na agricultura no início do século XX, passando pela contribuição científica e instalação de grandes empresas multinacionais japonesas no país, além de investimentos em todos os setores da economia brasileira. Segundo dados do Banco Central, somente nos últimos dez anos (2008-2017), foram cerca de US$ 28,3 bilhões investidos por empresas japonesas no Brasil.

O Museu detalha todos esses fatos históricos e, atualmente, conta com mais de 97 mil itens pertencentes aos imigrantes, como documentos, fotos, jornais, livros, revistas, filmes, vídeos, discos LP, quadros de pinturas, utensílios domésticos e de trabalho, que registram a história do povo e da cultura nipônica no Brasil.

Serviço – Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil

Funcionamento: Terça-feira a Domingo, das 13h30 às 17h

Endereço: Rua São Joaquim, 381 – Liberdade, São Paulo – SP, 01508-001 – 7º, 8º e 9º andares do prédio da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social

Mais informações: www.museubunkyo.org.br

Deixe um comentário